segunda-feira, 7 de novembro de 2011

PIVÔ 100% PRECISÃO!

Como podemos observar, nossa modalidade está crescendo e o nível de nossos atletas está deixando a modalidade cada vez mais dinâmica. Diante dessa observação, vamos ao tema de nosso texto de hoje, o pivô. Com a evolução dos atletas, esta posição passa a ser exercida por qualquer atleta que jogue nas laterais, evitando, portanto, que um atleta jogue apenas nesta posição, isso pode ser claramente notado no nível internacional.
Pergunta-se: Porquê o pivô está perdendo essa essência de uma posição específica?
Daniel Baldacin (Pivô) mundial  2006

O que acontece, na verdade, é que hoje a forma como é jogado o handebol de areia, faz com que a posição seja encarada como sendo a mais fácil, com a função apenas de receber a bola e finalizar de frente para o gol. Não queremos dizer que não existem mais jogadores específicos de pivô, mas a posição está sendo exercida agora por todos das outras posições e pela facilidade que se apresenta é obrigação de cada atleta saber jogar lá.

Flávio Cassilatti (Pivô) Mundial 2006

Se analisarmos todas as posições da modalidade, sem dúvida, o pivô é o que menos tem “problemas” para exercer a sua função, porém essa mesma facilidade é revertida em responsabilidade.
Pivô tem que ter um aproveitamento muito alto em suas finalizações, está a sua principal função. Em um segundo momento, o pivô tem a obrigação de perceber como está se comportando a defesa adversária, logicamente, auxiliado também pelo especialista, isto porque o seu posicionamento vai influenciar para que o seu companheiro receba a bola em melhor condição de gol.
O pivô precisa observar como se comporta o marcador que fica em suas costas e, sem movimentações longas, verificará sem precisa ir mais para o centro da quadra ou se deverá ir mais para lateral. Como saber pra onde ir? Se o marcador lateral está dispondo de muito empenho em tentar roubar o passe para o pivô, se preocupando mais em marcá-lo, deverá o pivô posicionar-se um pouco mais ao centro, abrindo assim mais espaço para o seu companheiro na lateral, caso o mesmo marcador esteja se preocupando mais com a lateral, deverá o pivô posicionar-se um pouco mais para lateral, aumentando o espaço de ação do marcador do meio e dessa forma facilita o seu recebimento do passe. Importante destacar que tais movimentações do pivô não podem ser muito extensas, devem ser definições curtas, caso contrário o pivô estará auxiliando a defesa na marcação.    

Pezão (pivô) Brasileiro em Mongaguá  2009
Em síntese, Pivô tem a obrigação de fazer gol!

sábado, 5 de novembro de 2011

ATLETAS BRASILEIROS SE APRESENTAM PRÓXIMA QUINTA FEIRA

Nesta quinta feira, dia 10 de novembro, os atletas convocados para o segundo Jogos Sulamericanos de Praia irão se apresentar na cidade do Guarujá em São Paulo. 


Após duas rápidas etapas de treinamento,  chega o momento decisivo para os atuais campeões mundial, agora  um longo período de treino se inicia na data citada e só termina no dia 6 de dezembro, último dia de competição em Manta no Equador. Dezessete atletas disputam as 10 cobiçadas vagas para disputar a competição de grande importância para a modalidade.




Convocados:



No masculino foram eles:  NAILSON AMARAL, JEFTE LEITE SARAIVA, JARISON RIBEIRO, JADSON FELIX, WELLINGTON DE NOVAES ESTEVES, BRUNO CARLOS DE OLIVEIRA, DIOGO SILVA VIEIRA, CYRILLO AVELINO, MARCUS VINICIUS LEMOS DOMINGUES, EMANUEL DE PAULO SANTANA, THIAGO DE OLIVEIRA BARCELOS, THIAGO LUIZ GUSMÃO CLAUDIO, SILAS BRILHANTE, ANDERSON PEREIRA DE JESUS. 


Os atletas Diogo Silva Pereira e Jaime Torres pediram dispensa por motivos profissionais, no lugar deles entraram: Lucas Henrique e Osvaldo, além de termos uma convocação extra do atleta Danilo Madeira. Ao todo 17 atletas irão disputar as 10 vagas.


No feminino foram elas: RENATA DOS SANTOS BISPO, PRISCILLA ROBERTA ANNES, RENATA DA SILVA SANTIAGO, JERUSA FERREIRA DIAS, NOELIA CARDOSO DOS SANTOS, RENATA CIBELLY MARQUES BATISTA, CAMILA RAMOS DE SOUZA, MILLENA DOS ANJOS ALENCAR, NATALIA MENDONÇA VOSS, NATHALIE SOUSA GUEDES DE SENA, SIMONE DONATO LEANDRO, MILLENA ARAÚJO BRAGA, DARLENE SILVA SOARES, PATRICIA SCHEPPA, ROBERTA GUIMARÃES OLIVEIRA, GILKA BATISTA DA SILVA. A convocação extra no feminino tem um retorno da atleta Raíla Brandão de Campina Grande na Paraíba, a atleta estava afastada das quadras por motivo de gravidez.



A boa notícia é que trarei informações diretamente do treinamento da seleção e compartilharei com vocês aqui pelo blog!

DE VOLTA COM AS BOAS DO HANDEBOL DE AREIA!

Hoje estou aqui para pedir desculpas pela ausência durante tanto tempo.
Devido ao trabalho e aos treinos diariamente, não tive tempo para poder publicar mais textos ou novidades sobre nossa modalidade.
Estou de volta com muita informação, informações antigas e com novidades bem legais para interagir com você leitor..
Começaremos com as informações que não são mais novidades, mas devem ficar de registro aqui pelo Blog.


I – Primeiramente tenho que registrar o resultado da primeira etapa classificatória para a fase final do circuito brasileiro de handebol de Areia. A EXCELENTE equipe do Handebol Clube da Paraíba –HCP, mostrou que não estava apenas com uma equipe de atletas formados no famoso “pega na rua”, embora com alguns atletas que só treinaram em cima da hora, a forte equipe provou que o treinamento feito com dedicação dá bons resultados e, por isso, garantiu a classificação sem perder uma partida, enquanto a equipe do Grêmio CIEF sucumbiu diante da equipe do RN depois de um set bastante conturbado e um “shoot out” desastroso. A equipe de Natal soube aproveitar a situação e venceu a partida obtendo a segunda colocação, ficando apenas atrás do campeão da etapa HCP. Bons jogos na areia e sem dúvida podemos destacar que a equipe campeã desta etapa é a grande favorita ao título nacional. No feminino a equipe do HCP garante sua vaga mostrando que a rivalidade com o APCEF sempre vai ter jogos eletrizantes. Com a vaga garantida por ser o atual campeão, o HCP levou o título da etapa e, de quebra, leva junto para a fase final o seu principal rival, o APCEF que ficou com o segundo lugar.

II – No estado do Rio de Janeiro em Macaé, o Rio handbeach, totalmente reforçado, garantiu a vaga e está mais uma vez entre os finalistas em busca do título nacional. O IDEC, no feminino, surpreendeu a forte e tradicional equipe do Z5 e saiu em vantagem na corrida pela taça, classificando-se e obriga a equipe de Zéze a buscar a classificação em outras etapas ou no torneio que antecede a competição.




Classificadas, então, 5 equipes para a fase final: O HCP e Rio Handbeach no masculino e HCP, IDEC e APCEF no feminino.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

BOLSA ATLETA 2011 - ATÉ QUE ENFIM SAIU!

A angústia da espera e expectativa de ler o nome na lista de contemplados com o bolsa atleta  acabou hoje, dia 08 de agosto de 2011, na seção 1 nas páginas 126 e 127 do diário oificial podemos encontrar os contemplados na modalidade Handebol de Praia.

Infelizmente ainda não tivemos o que esperávamos, alguns atletas que jogaram apenas o sulamericano ficaram de fora mas, diante da situação em que estávamos, podemos comemorar porque felizmente não fomos esquecidos pelo Ministério do Esporte.

Ainda não foi divulgado no site oficial do Ministério do Esporte mas, a lista já está oficialmente divulgada no Diário oficial. 


Entre na página 126 e 127  e confira!

sábado, 6 de agosto de 2011

GRÊMIO CIEF 2011

Com muito sacrifício, dentro e fora de quadra, a equipe do Grêmio-CIEF conseguiu o vice campeonato brasileiro  do ano de 2010. Esse ano as coisas começaram melhor para o grupo.

Primeiro, porque não terá desfalques para a etapa do circuito nacional que será realizado em João Pessoa, diferentemente do ano passado quando a equipe não contou com alguns atletas como: Daniel Baldacin e Vinícius Carlos.

Djhandro contra Turquia
Para motivar ainda mais a equipe, a nova contratação é excepcional. Depois de ficar de fora da etapa nacional por duas vezes consecutivas, por problemas extra quadra, Antônio Djhandro decidiu juntar-se a equipe do Grêmio CIEF. Capitão da seleção brasileira em 2008 e 2009, Djhandro chega ao grupo extremamente motivado após recuperar-se de grave lesão. A equipe do Grêmio CIEF sempre teve uma grande variação no ataque, alternando seu estilo de jogo com especialista no centro e também na lateral, dificultando muito a adaptação da defesa. Hoje, com a chegada do “Cabeça” (como é carinhosamente chamado. rs), a equipe terá um reforço enorme na defesa e ainda abrirá mais uma possibilidade de mudança no ataque. Com a liderança de um capitão comandando a defesa, Djhandro dificulta todo ataque que joga contra sua equipe, acredito que agora, no Grêmio CIEF, não será diferente.

A equipe manterá a base do ano passado, com Walber (Bob), Lucas, Diógenes, Bruno, Normando, Baldacin, Vinícius, Mumu, Neto e a nova contratação.

No comando desse grupo, o professor Aldivan Rodrigues terá mais uma tarefa, que sempre é difícil, de manter  esse grupo no pódio


Com tantos atletas de alto nível, não só no Grêmio CIEF, somado com os novos reforços do Ceará, a etapa de João Pessoa promete grandes jogos. Apenas uma vaga para a equipe campeã será pouco para tanto talento.

Aproveitem e conheçam também o blog de Djhandro:  http://blogdodjhandro.blogspot.com/

segunda-feira, 11 de julho de 2011

EUROPEU: DONOS DA CASA FAZEM A FESTA!

Chegou ao seu final o Campeonato Europeu de beach handball. Jogos eletrizantes aconteceram nas arenas de Umag na Croácia, as semi finais masculina foram de tirar o fôlego e o feminino mostrou que esta cada vez mais evoluído e que pode mostrar um belo espetáculo para o público.  


Espanha fez um ótimo jogo contra a Rússia, mas cedeu a vitória por não saber administrar o placar a frente, deixando o caminho aberto para a seleção Russa tentar conquistar a primeira colocação. Com um set vencido para cada lado, a disputa foi decidida no "shot out" com muita emoção.

Na outra semifinal, os donos da casa enfrentaram a equipe da Ucrânia, que vinha embalada por vencer a Hungria nas quartas de final, mas o quesito experiência foi o fator determinante para a Croácia sair com a vitória, a pressão de uma semi final no momento decisivo do jogo pesou para os Ucranianos, também no um contra o goleiro a partida teve seu final com alegria para os Croatas.

Na final, os Russos não souberam reagir ao comportamento novo da Croácia, que jogou alguns momentos da partida com o especialista na lateral, situação essa implementada na esfera internacional pela seleção Brasileira com o professor Guerra Peixe. Em um jogo de altíssimo nível a equipe dona da casa conseguiu fazer dois sets a zero, ficando com o tão disputado título Europeu. Na disputa de terceiro e quarto colocados a Espanha levou a melhor subindo ao pódio.

A disputa feminina, também muito acirrada, não teve campeão diferente do masculino, as meninas croatas venceram a Dinamarca no desempate de sets com muita pressão psicológica nas atletas, penso que o fator de jogar em casa deu confiança a seleção da Croácia levando-as a vitória. A Itália venceu a Noruega e subiu ao último lugar disponível do pódio. 
 
Algumas notícias não podem passar despercebidas, a ausência da Hungria no naipe masculino, que levou a não classificação para o mundial do brasil e má colocação da Turquia. No feminino a equipe da Espanha que também ficou de fora mesmo com a oportunidade de garantir a vaga lutando pela quinta colocação.

Classificação final nos dois naipes e em destaque as seleções classificadas para o mundial 2012 no Brasil. O feminio possui 5 equipes classificadas porque a Noruega é a atual campeã.

MASCULINO
FEMININO
1. Croácia
1.   Croácia
2. Rússia
2. Dinamarca
3. Espanha
3. Itália
4. Ucrânia
4. Noruega
5. Hungria
5. Hungria
6. Noruega
6. Espanha
7. Dinamarca
7. Turquia
8. Sérvia
8. Polônia
9. Turquia
9. Ucrânia
10. Polônia
10. Macedónia
11. Chipre
11. Sérvia
12. Macedónia
12. Suíça
13. Grécia
13. Chipre
14. Suíça
14. Grécia
15. Suécia



domingo, 10 de julho de 2011

CAMPEONATO BRASILEIRO 2011


Atleta Diógenes Carlos do Grêmio-CIEF
Divulgado hoje, dia 10 de julho, no site oficial do Beach Handball da CBHB o calendário oficial da temporada 2011. As cidades de João Pessoa e Rio de Janeiro já estão confirmadas como sede, enquanto os estados de São Paulo e Rio Grande do Sul apenas confirmaram as datas, sem especificar em qual cidade realizarão a competição, fato este que não compromete a realização da etapa nem a programação das equipes. Isto porque serão realizadas, uma em novembro e outra em janeiro do próximo ano respectivamente, havendo um grande lapso temporal para uma boa organização do evento. 

Em breve serão confirmadas as cidades das etapas classificatórias.


A etapa final será realizada em São Paulo na segunda quinzena de janeiro de 2012, também teremos a confirmação da cidade posteriormente.

Segue abaixo o calendário e suas respectivas datas de inscrição, para maiores informações acesse o site oficial onde foram extraídas as informações:  http://www.beachhandballbrasil.com.br/




DATAS DAS ETAPAS DO CIRCUITO BRASILEIRO 2011/12

Millena Alencar em jogada aérea
* JOÃO PESSOA - 27 e 28 de Agosto de 2011

Periodo de Inscrição : até 15 de agosto de 2011

* RIO DE JANEIRO - 14 à 16 de outubro de 2011

Período de Inscrição : até 01 de outubro de 2011

* SÀO PAULO - 04 à 06 de novembro de 2011

Período de Inscrição: até 20 de outubro de 2011 

* RIO GRANDE DO SUL - 06 à 08 de janeiro de 2012

Período de Inscrição: até 15 de dezembro de 2011

Etapa Final : SÃO PAULO - segunda quinzena de janeiro de 2012

sexta-feira, 8 de julho de 2011

SEMIFINAIS DO EUROPEU E SURPRESA PARA MUNDIAL 2012


Bandeira da Ucrânia
Jogador Ucraniano recebendo instrução
Último dia do campeonato Europeu de Handball Beach e quase todos os países com tradição na modalidade garantiram a vaga para o mundial de 2012 aqui no Brasil, mas quase todos. O atual vice campeão mundial não conseguiu passar pela equipe "pouco conhecida" da Ucrânia, perdendo por 2 x 1, mostrando que no handebol de praia tudo pode acontecer. A Hungria deixou escapar a vaga para o mundial em nosso país, dando a oportunidade da Ucrânia mostrar sua cara no cenário Internacional.

A Espanha conseguiu a classificação em cima da Dinamarca após vencer por 2 x 0, não consegui assistir o jogo, mas creio que a equipe Dinamarquesa ainda tem a característica de jogar handebol de quadra, como vimos no mundial 2010 na Turquia. Essa característica faz com que as equipes que tenham os atletas "ratos de praia" saiam bem à frente no placar, embora seja um time com muita qualidade técnica seria uma grande surpresa se os "Galeguim" conseguissem tirar a vaga da experiente equipe espanhola.

Jogador Croata  finalizando de pivô
A Croácia, em um jogo muito morno e sem muitas emoções, passou por cima da Sérvia. Os croatas ganharam fácil os dois sets, com muita tranquilidade fizeram trocas no segundo set mudando toda sua formação. Pude perceber que o ataque da equipe da Sérvia ainda não tem movimentação de beach handball, o especialista ataca de um lado e do outro, facilitando o trabalho defensivo. Os campeões do mundo em 2008, ao meu sentir, não mudaram a linha de treinamento, bolas aéreas apenas para pivô e lateral esquerdo enquanto o lateral direito trabalha muito bem com finalizações de giro. A defesa ainda é um ponto forte e conta com um atleta muito alto trabalhando no meio que alternar saídas (dissuasão) para atrapalhar a movimentação do especialista.

Os Russos conseguiram a vaga derrotando a equipe da Noruega, país que também não apresenta muita tradição no naipe masculino. Os "Homens de Gelo" apresentam um jogo bastante regular e tem a característica de ter sempre jogadores altos e fortes, foi a única equipe a vencer a seleção Brasileira no mundial da Turquia em 2010, após um jogo muito conturbado pela má atuação da arbitragem que comprometeu completamente o resultado da partida.

As semifinais masculinas ficaram assim: Espanha x Rússia e a Croácia x Ucrânia.

No Feminino:

Equipe Croata Comemorando Vitória
A Itália se classificou pra semifinal e vai enfrentar a Dinamarca, enquanto a Croácia, que venceu a Espanha nas quartas de final, enfrentará a atual campeã Noruega. Como a equipe norueguesa já tem vaga garantida para o Brasil em 2012, a equipe que ficar com a quinta colocação neste europeu também vai ter a felicidade de participar do mais importante evento da nossa modalidade. 

      

quarta-feira, 6 de julho de 2011

HCP MASCULINO DE VOLTA AO BEACH

Primeiramente, gostaria de lembrar que como ainda não temos o início da competição as informações aqui contidas sobre as equipes são passíveis de muitas mudanças, as fontes são os próprios atletas dos clubes e a convivência que temos na nossa modalidade que é extremamente saudável e harmoniosa.

Minha intenção nessas matérias não é expor qualquer equipe ou atleta, quero apenas despertar a curiosidade e poder divulgar ainda mais a nossa modalidade, motivando a todos para que tenhamos uma ótima competição nacional.

Como o título da postagem anuncia, temos o grande retorno do Handebol Clube da Paraíba, mas com uma história contada de forma diferente dos últimos brasileiros em 2007(campeão) e 2008(terceiro lugar). Quem presenciou a etapa final do ano passado, viu jogar a excelente equipe do COPM que terminou a competição em terceiro colocado.

Hoje a ótima equipe do COPM não existe mais na categoria adulta masculina, a comissão técnica reuniu-se com o professor Rômulo, dono do HCP, e firmou uma parceria para que os atletas do COPM agora vistam a camisa do HCP.

Equipe do COPM em Vila Velha-ES

Nomes conhecidos na seleção brasileira de handebol de areia fazem parte dessa antiga equipe (de cara nova), como: Jarison, Gulliver, Júnior, Coxinha, Caio e o próprio técnico Francisco de Assis, campeão Mundial em 2006, como assistente técnico da seleção.

Esse ano as contratações estão intensas, com as dificuldades apresentadas com as equipes masculinas de fortaleza, os atletas de ponta daquela região já estão recebendo várias propostas. Jefte, Nailson e Djhandro são os atletas que estão na mira das contratações. Todos os indícios levam a crer que os dois canhotos de fortaleza tenham fechado “contrato”com a equipe Paraibana, elevando mais um grau dos atletas que fazem parte do seleto grupo nacional. Um time que já era forte sem essas duas peças, este ano, se as contratações se confirmarem, entrará nas arenas como um favorito absoluto pelo seu potencial individual.

A parte ruim dessa história é que a equipe tem vários atletas de bom nível, dez atletas que foram para Vila Velha-ES e subiram ao pódio, sem contar com os já citados da seleção, são eles: Erick, Raphael, Kibe, Bocão e Frank. Isto é, alguém vai ter que ficar de fora desse grupo se as contratações chegarem, lembrando que sem os novos atletas, outros já tiveram que ficar de fora o ano passado, como é o caso do jovem e muito bom pivô Ayrton e outros mais. (desculpem por não citar todos) 



Nailson contra o equador
Muitas possibilidades de ataque e de defesa irão se apresentar para esta equipe, acredito que a grande mudança é a chegada do especialista Nailson, melhorando a precisão do passe para que os companheiros finalizem em melhores condições, além de oferecer grande perigo com os chutes de fora. O ponto forte anteriormente era a defesa, além de contar com os dois goleiros da seleção campeã mundial na Turquia, contava com defensores altos. Equipe bem distribuída em suas responsabilidades além de um senso de humor contagiante e, como eles gostam de fazer, a disputa para eleger o mais feioso da equipe esse ano vai ser grande.

Essa formação da equipe me faz lembrar uma frase usada no filme “Homem Aranha”  que diz assim: “Grandes poderes trazem grandes responsabilidades”

BRINCADEIRAS A PARTE, BOA SORTE A ESSA GRANDE EQUIPE!!     

domingo, 3 de julho de 2011

CROÁCIA CAMPEÃ EUROPÉIA JÚNIOR (SUB 19)

Ontem, dia 2 de julho, a equipe Croata sagrou-se campeã do campeonato Europeu de Beach Handball Júnior (SUB 19) após vencer a equipe da Rússia por dois sets a zero. 
Este novo campeonato mostra que os Europeus estão saindo na frente de nós Brasileiros ao valorizar as categorias de base. Além da Croácia como equipe campeã, a Itália venceu a Suíça no um contra o goleiro, conseguindo a terceira colocação. A Hungria, que ultimamente tem se destacado na categoria principal, não conseguiu superar a equipe Ucraniana na disputa do quinto e sexto colocado, perdendo por dois sets a zero. A Turquia, que sempre tem grande tradição na modalidade, ficou apenas com a sétima colocação ao vencer a seleção da Noruega. 


No feminino tivemos a Hungria com o título, a Rússia em segundo lugar e a equipe da Croácia com a terceira posição, em quarto a Sérvia. A Ucrânia venceu a Noruega na disputa do quinto lugar e a Turquia venceu a Suíça na disputa do sétimo posto.


Amanhã, dia 4 de julho, terá início a competição principal e a expectativa é grande por excelentes jogos. Para acompanhar, acesse o link da competição http://www.ebhc2011.com/ que também transmitirá os jogos ao vivo, acesse live stream no site.

sábado, 2 de julho de 2011

BRASIL NO EUROPEU DE BEACH HANDBALL

A Confederação Brasileira de Handebol, já pensando no Mundial do ano que vem que vai ser realizado em nosso País, decidiu enviar os técnicos das seleções Brasileiras, Masculina e Feminina, para acompanhar o Campeonato Europeu de Beach handball que terá início na próxima segunda feira na Croácia.

O professor Antônio Hermínio Guerra Peixe, técnico da seleção masculina, se deslocará da sua cidade no estado do Rio de Janeiro, enquanto a professora Rossana Coeli, técnica do feminino, embarcará na cidade de João Pessoa na Paraíba, os dois com importante missão de acompanhar os jogos que irão acontecer nas arenas européias para poderem avaliar o que nos aguarda próximo ano no Mundial aqui no Brasil.

Guerra Peixe
Rossana Coeli


Uma ótima iniciativa da CBHB, tendo em vista que essa avaliação, por parte dos técnicos, é de suma importância para a preparação das seleções para o mundial que está por vir.

Já faz parte do trabalho de equipe da comissão técnica do Brasil o estudo das equipes adversárias, inclusive com a filmagem dos jogos. Acredito que essa missão trará um material valioso para ser aprofundado em conjunto com os atletas selecionados para representar nosso país.

Boa Viagem aos dois e que tragam muita informação e experiência nessa importante jornada!

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Especialista: Passador ou Chutador?

Parte Final

A escolha da característica do especialista aqui no Brasil tem sido quase que exclusivamente pelo “coringa” passador, tal situação ocorre pela tendência de copiar a seleção brasileira de Handebol de Areia justamente pelos bons resultados que ela apresenta.
Essa dúvida na escolha, a meu ver, não tem razão de existir, levando em consideração a primeira matéria sobre a tomada de decisão do especialista.
Gusmão: arremesso de fora contra o equador

O que ocorre é que o atleta que tem características de ser chutador tende a ser autoconfiante em seu arremesso e acaba optando por chutar várias vezes quando seu companheiro está em melhores condições. Por isso o especialista não pode ter nem um pouco de vaidade, melhor dizendo, nenhum atleta de handebol de areia pode ser vaidoso, se isso ocorrer ele irá levar sua equipe à derrota. Outro fator que favorece essa opção de muitos chutes de fora é o falso espaço que a defesa do beach apresenta e aí, quando o atleta esboça a reação de ir pra o arremesso o deslocamento na areia não é igual ao que se vê na quadra, fazendo com que a defesa chegue ao espaço ao mesmo tempo do atacante. Essa é minha teoria para explicar a vantagem que o especialista passador leva em cima do chutador, a movimentação do especialista por si só já oferece perigo à defesa fazendo com que o seu companheiro fique livre para finalizar, não necessitando da ameaça de arremesso.

O especialista que souber alternar mudanças de velocidades perante a defesa também terá mais facilidade para visualizar qual companheiro de ataque está mais livre para fazer o gol, pode ser mudanças de velocidade e tempos de bola, utilizando ao máximo os 3 segundos que a regra permite.


Terceira conclusão: Não importa se atleta tem características de ser chutador ou passador, o que importa é que ele saiba qual a melhor opção a tomar depois da ação ofensiva e leitura da defesa. A característica do especialista não é essencial para obter êxito, o importante é saber tomar a decisão certa no momento certo.